Publicado em 1 comentário

Quindim – receita e dicas preciosas

Buscar pela receita perfeita é uma das coisas que eu mais gosto de fazer.

Testo uma, duas, três… às vezes a exaustão! Mas é muito legal quando chego no resultado final. Até lá vejo os erros e acertos e anoto tudinho que pode dar errado e aquelas sacadas geniais. Até porque receitas é a coisa mais fácil de encontrar no Google, mas as dicas… cadê elas?

Desta vez fui atrás do quindim perfeito. Foram poucas vezes até chegar a perfeição. Mas insisti, para ver se dava certo mesmo ou se foi só “sorte”.

Quindim há várias receitas. Essa é a minha, um compilado de receitas:

100g coco seco (ralado médio)

1 copo de leite

50g manteiga derretida

350g açúcar refinado

15 gemas

suco de meio limão

glicose

manteiga e açucar para untar as formas OU spray desmoldante

Preparo:

Peneirar as gemas para sair a pelezinha. Misturar com uma colher, o coco, leite, a manteiga, o açúcar, as gemas e o limão.

Deixar descansando por 30 minutos fora da geladeira.

Untar as forminhas com manteiga e açúcar ou spray desmoldante. Pingar uma gotinha de glicose.

Dar uma nova misturada e colocar nas forminhas. Não coloque a mistura até a borda. Coloque as forminhas em uma assadeira e prepare um banho maria morno/quente.

Levar ao forno médio/alto por 40 minutos ou até o coco estar todo em cima das forminhas, já douradinho.

Desenformar quando estiver morno a frio.

Dicas? Agora sim! Muitas!

*Peneirar as gemas é super importante.

A gente sabe que quindim é a base de ovos, mas aquele gosto de galinheiro na boca não dá, né? Para tirar esse gosto tem que tirar a película da gema e para isso só peneirando

*Esterilize os ovos

Salmonela de presente nem pensar, né? Mesmo que as gemas irão ser cozidas eu prefiro não arriscar quem come meus doces. Esterilizar os ovos é muito fácil. Coloque os ovos imersos em uma solução de água com clorofina´por 15 minutos. Use essa proporção: para cada 1 litro de água, 2 colheres de sopa de água sanitária.

*Àgua do banho maria é morna para quente

Se colocar a água fria, o forno vai ter que começar a aquecer a água para só então começar a cozinhar os quindins. Se colocar a água morna/quente a ação do cozimento é muito mais rápida e eficaz.

*Manteiga e açúcar ou glicose?

A glicose faz aquele brilho único! Mas faz uma espécie de caldinha branca ao desenformar (eu amo). Mas não se deixa de fazer quindim se não a tiver, Pode substituir por Karo. Ou untar com muito açúcar.

Mesmo que use a glicose, é importante untar com manteiga ou o spray desmoldante (que eu prefiro por ser mais prático), para não correr o risco de quebrar o seu quindim ao desenformar.

*Desenformar morno a frio

Se for verão ou se a sua cidade for em lugar quente, pode desenformar frio (mas não coloque na geladeira antes de desenformar). Em lugares frios, deixe só amornar.

Porque? O quindim quente ainda está cremosão, mas não absolutamente compacto. Desenformar quente é um risco para quebrá-lo. Não que obrigatoriamente quebrará, mas para que correr o risco se pode fazer certinho, né?

Se o quindim por algum motivo esfriou e ficou difícil de desenformar. Coloque água morna em uma assadeira e deixe as forminhas com o quindim alí a medida que for desenformando. Geralmente gruda pela caldinha do açúcar ou da glicose.

*Geladeira depois de pronto

Depois de pronto, coloque em uma renda de doce plástica (também chamada de fundo rendado) e só então no pelotine (também chamado de forminha de papel). O quindim é gosmentinho (delícia!), então colocar direto no papel vai fazer maior lambuzo.

*Tempo de forno pode variar

Depende do tamanho da sua forma e a temperatura do forno. O ideal é perceber se o coco já está na superfície e dourado

*Pode substituir alguns ingredientes

Se gosta de sabor acentuado de coco, pode trocar o leite por leite de coco. Uma garrafinha de 200ml fica perfeita em substituição ao leite usado nessa receita.

Pode usar coco fresco. Fica uma delícia também.

Já fiz até quindim sem coco para uma gravidinha alérgica.

*Ovos da Colônia fazem quindins alaranjados

Na loja vira e mexe aparece gente pedindo corante para por nos quindins. Até existe o corante amarelo gema, mas é tão melhor usar ovos da colônia! Porque não é só a cor, é o sabor que fica completamente diferente. Vale a pena investir um dinheirinho a mais e fazer com esse tipo de ovos.

O que me leva ao tópico…

*Use ingredientes de qualidade

Para mim, isso é um mantra! Se é manteiga que a receita pede, é manteiga, não margarina. Dá para trocar? Pode, sim. Mas a qualidade de algo feito com um tipo de ingrediente, não fica a mesma com substituições mais baratas.

*Pode saborizar o quindim

A partir da receita base, original, que coloquei aí em cima, pode usar variações de sabores.

Pode fazer:

Quindim de chocolate: Acrescenta-se meia xícara de cacau em pó

Quindim de café: Acrescenta-se 1 colher de sopa de café solúvel

Quindim de morango, maracujá, frutas vermelhas, banana, abacaxi: Acrescenta-se 1 colher de sopa rasa de pó para sobremesa Mavalério do sabor desejado

Pode-se usar as pastas ssaborizantes também.

Eu gosto do tradicional, mas tem para todos os gostos.

*Glicose grude grude

A glicose é bem peguenta. Para deixá-la mais líquida e fácil de usar, coloque o pote dela no microondas por alguns segundos para aquecer.

*As formas mais altas fazem quindins mais bonitos

Não tem jeito, até dá para usar as formas de empadinha, mas para ficar bonito e vistoso, tem que fazer os quindins em forminhas próprias para quindim ou usar forminhas de cupcake, petit gateau. O resultado é completamente outro visualmente falando.

Bom… espero que com todas essas dicas, tu faças um quindim bem lindo e gostoso! Beijos, Adri!

 

 

Um comentário sobre “Quindim – receita e dicas preciosas

  1. Adorei as dicas, mega didáticas.
    Parabéns Adri!!!

Deixe uma resposta